Tampa Das Camionete – Hugo Henrique e Luan Pereira

Letra da música

Tampa Das Camionete

Foto amarela, cheia de poeira, achei por acaso
Eu não tinha nem cinco, levava um sorriso
E uma bola debaixo do braço

Lembrei que eu sinto falta
Do golzinho de chinelo na rua
E da minha mãe brigando pra eu entrar
Senão ia gripar, ‘menino ó a chuva’

Mas o que eu mais sinto falta
É do meu eu que bebia nas tampa das camionete
É do meu eu que legendava as foto com ‘hoje promete’

Porque eu não conhecia você
Logo, não dependia de você
Hoje em dia, eu preciso de uma dose
Com o seu nome escrito
Direto na veia pra eu pode viver

Não conhecia você
Logo, não dependia de você
Hoje em dia, eu preciso de uma dose
Com o seu nome escrito
Direto na veia pra eu pode viver

Yeah, yeah, yeah


 

Lembrei que eu sinto falta
Do golzinho de chinelo na rua
E da minha mãe ligando pra eu entrar
Senão ia gripar, ‘menino olha a chuva’

Mas o que eu mais sinto falta
É do meu eu que bebia nas tampa das camionete
É do meu eu que legendava as foto com ‘hoje promete’

Porque eu não conhecia você
Logo, não dependia de você
Hoje em dia, eu preciso de uma dose
Com seu nome escrito
Direto na veia pra eu pode viver

Não conhecia você
Logo, não dependia de você
Hoje em dia, eu preciso de uma dose
Com o seu nome escrito
Direto na veia pra eu pode viver

Yeah, yeah, yeah
É do meu eu que bebia nas tampa da camionete
É do meu eu que legendava as foto com ‘hoje promete’

Por quê? Porque eu não conhecia você
Logo, não dependia de você
Hoje em dia, eu preciso de uma dose
Com o seu nome escrito
Direto na veia pra eu pode viver

Não conhecia você
Logo, não dependia de você
Hoje em dia, eu preciso de uma dose
Com seu nome escrito
Direto na veia pra eu pode viver

Yeah, yeah, yeah


 

Ouça mais: Sertanejo

Hugo Henrique e Luan Pereira - Tampa Das Camionete

Composição: Bagual / Felipe Arná / Hiago Vinicius / Hugo Henrique

Visualizações de ‘Tampa Das Camionete‘ no YouTube (em tempo real):

Carregando…

Veja mais letras de músicas de Hugo Henrique e Luan Pereira.